Rádio Central Angico - Ba: Professores da rede municipal de Mairi esperam receber rateio no São João‏

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Professores da rede municipal de Mairi esperam receber rateio no São João‏


Nos últimos dias causou estranheza o boato de que o município de Mairi não iria pagar o rateio de meio do ano aos professores como vinha ocorrendo na última gestão. Mais estranho ainda pelo fato do município ter recebido no dia 30 de abril a complementação do FUNDEB, referente ao exercício 2012, no valor de R$ 443.566,01.

Geralmente no mês de junho, junto com o pagamento do mês, a prefeitura creditava na conta dos profissionais da educação, que recebem pelo FUNDEB 60, pelo menos 60% do valor repassado pelo governo federal, referente ao exercício anterior.

Porque não pagar esse ano se o dinheiro já tá na conta do município? Qual a culpa que os professores têm do município, de forma descontrolada, ter aumentado a sua despesa, mesmo com a redução do número de alunos? Os professores vão ficar sem o rateio porque?

No início da gestão, o Vereador Alan, por diversas vezes alertou o colapso que o município iria enfrentar por conta do aumento monstruoso do número de contratações. Na educação, por exemplo, o transporte escolar de, aproximadamente R$ 152.000,00 mês, pulou para quase R$ 225.000,00 com diminuição do número de alunos e os donos de transportes locados recebendo mal. O número de tercerizados é vergonhoso, chegando ao ponto de muitos deles receberem apenas R$400,00 e mesmo assim, sendo parte deles demitidos agora em maio.

"Os professores não podem pagar por um erro da gestão", relatou a pouco o Vereador Alan, por telefone. "O que o município tem que fazer, e rápido, é creditar o rateio dos professores na conta dos mesmos. Afinal, desde o final de abril que esse dinheiro já está na conta do FUNDEB do município", relata ele.

"Queremos curtir um bom São João, com atrações boas e caras, mas também com o nosso dinheiro do rateio", relatou um professor que pediu para não ser mencionado.

Espera-se ainda que a APLB-Sindicato, cumpra o seu papel de representante da classe e pressione, como no passado, a prefeitura a pagar aos professores ainda este mês.

Segundo informações, o município pensa em só negociar a partir de agosto. Logo nessa época que ocorre uma redução grandiosa de receitas! "Parece pouco provável o pagamento nesse período", frisou novamente o Vereador Alan.

Espera-se que os Vereadores de Mairi cobrem do executivo o pagamento do rateio dos professores. O repasse da complementação do FUNDEB 60, exercício 2012 é dos profissionais da educação e não para o município permanecer com ele nos seus cofres.

Fonte: Agmar Rios Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário