Rádio Central Angico - Ba: Educação: São José do Jacuípe vai parar!

terça-feira, 2 de julho de 2013

Educação: São José do Jacuípe vai parar!



A APLB Sindicato, entidade que representa os trabalhadores da educação reuniu-se hoje (02) no plenário da Câmara de Vereadores em assembleia extraordinária para discutir pontos urgentes. Dentre eles o rateio do reajuste do FUNDEB (exercício 2012) que até então não ocorreu.

Esteve presente o Professor Adelson, coordenador das APLB's de Várzea da Roça e Mairí, que na oportunidade falou de sua vivência de lutas pela classe e em seu discurso pediu bom senso aos administradores e que por favor paguem os atrasados dos funcionários (dezembro, 13º e terço de férias). Em sua fala, salientou que os educadores precisam fiscalizar o que é feito com o dinheiro da educação, para que não haja inchaço na folha de pagamento. "A educação não pode ser a despensa do município", disse.

A coordenadora da APLB expôs dados da prestação de contas do município - presentes no site do TCM - onde informa que altos valores tem saído irregularmente do FUNDEB, exemplos: a pintura das escolas foram orçadas em R$ 148.000,00 (cento e quarenta e oito mil reais), no entanto, o relatório do TCM já aponta R$ 169.000,00. Outra irregularidade é o aluguel do prédio da biblioteca, custeado também pelo FUNDEB.

As maiores irregularidades no entanto se referem ao aluguel de veículos orçado em R$ 168.000,00 (cento e sessenta e oito mil reais) para servir AS SECRETARIAS, dos quais R$ 150.000,00 saíram dos fundos da educação; para fechar, o advogado da prefeitura está sendo pago dos recursos da educação. Segundos fontes em posse da APLB Sindicato. extraídas do TCM.

O ponto alto da reunião foi quanto aos atrasos dos salários dos funcionários. Sob orientação do promotor de justiça, a APLB Sindicato já entrou em acordo com outros setores do funcionalismo público municipal e articulam para a partir de amanhã (03) estarem em paralisação geral até que os atrasos sejam sanados. Isso mesmo, São José do Jacuípe vai parar.

Amanhã mesmo, uma comissão de professores e demais funcionários solicitará uma reunião com a prefeita no intuito de fazer negociações.

Com informações de Pablo Rios

Nenhum comentário:

Postar um comentário