Rádio Central Angico - Ba: Segurança é executado em estacionamento de posto de combustível em Coité

domingo, 18 de agosto de 2013

Segurança é executado em estacionamento de posto de combustível em Coité

O município de Conceição do Coité estava a 135 dias, sem registro de homicídio.



O segurança Demétrius Barbosa de Oliveira, 38 anos, foi executado no estacionamento de um posto de combustível localizada as margens da BA 409 no cruzamento de aceso a sede de Conceição do Coité ao distrito de Salgadália na noite deste sábado,16. Ninguém soube informar o que motivou o crime nem identificou o assassino.


O posto possui mais de dez câmeras de segurança e a policia neste momento já está assistindo as imagens para tentar identificar o assassino. As câmeras flagraram todo o momento do crime desde a chagada do bandido às 19h18;30 neste momento Demétrius ainda não havia chegado, o assassino compra uma pequena quantidade de gasolina e enquanto está em contato com o frentista Demétrius chega dois minutos depois e posiciona sua moto Honda Bis a cerca de 15 metros das bombas, encostada a parede, o marginal paga o combustível e saiu disfarçadamente olhando o vasilhame e segue na direção do segurança que estava distraído possivelmente por uma ligação no celular, o bandido encosta a arma nas suas costas e a queima roupa efetua pelo menos cinco disparos, Demétrius caiu com sua moto e o assassino saiu correndo a pé, quando as pessoas que estavam no local se aproximaram ele já estava sem vida.


O tempo de chegada do assassino, da compra da gasolina, a chegada de Demétrius e os disparos aconteceram no espaço de quatro minutos. O frentista disse à polícia que nunca viu o individuo que estava de camisa, short e boné, e é justamente o boné que dificultou a visibilidade do rosto do assassino pelas câmeras, pois a iluminação vem de cima e a aba do boné deixou o rosto do atirador sombreado.

Demétrius chega de moto e dois minutos depois é morto

Demétrius era funcionário de uma empresa de segurança, mas segundo informações de amigos no momento do crime ele fazia um horário particular de rondas.

O assassino após acertar o segurança saiu correndo e ainda aponta a arma. Coité estava a 135 dias, sem registro de homicídio.

Da Redação e fotos CN*imagens Posto

Nenhum comentário:

Postar um comentário