Rádio Central Angico - Ba: Injeções deformam corpo e jovem "Popeye carioca" pede socorro

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Injeções deformam corpo e jovem "Popeye carioca" pede socorro



Depois de 4 anos aplicando injeções de óleo mineral nos músculos, o estudante Felipe Marinho, o "Popeye carioca", pede ajuda para conseguir um tratamento médico que o ajude a enfrentar as deformações e dores no corpo. A injeção ajuda a aumentar os músculos, mas pode prejudicar a saúde.



Por conta das aplicações, Felipe ficou com os braços, ombros e peitoral inchados."Eu fico com o braço roxo. Perco várias vezes a sensibilidade do braço, tenho dor no peito", contou o rapaz à TV Record. Apesar de comentários de pessoas que o recomendavam a parar com aquilo, Felipe diz que era "viciado" nas aplicações.



"Era uma coisa tão viciante, que (as pessoas falavam para parar, mas) entrava em um ouvido e saia no outro", explica. Felipe contou que procurou ajuda médica sem sucesso. Os médicos dizem, segundo ele, que não sabem como resolver as dores. O produto apodrece no corpo e há risco de amputação.



Jair Frederico, presidente da Federação Carioca de Fisiculturismo, disse que as substâncias não são boas para o corpo. "O máximo que você consegue aplicando essas substâncias é uma massa disforme que até qualquer leigo olhando nota que tem algo errado ali".

CORREIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário