Rádio Central Angico - Ba: Lajedinho: Defesa Civil agradece solidariedade e pede ajuda para moradores recomeçarem

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Lajedinho: Defesa Civil agradece solidariedade e pede ajuda para moradores recomeçarem

 

Lajedinho: Defesa Civil agradece solidariedade e pede ajuda para moradores recomeçarem
Foto: Haroldo Abrantes/GOVBA

A solidariedade dos baianos e até de moradores de outras cidades do país foi motivo de agradecimento por parte da do superintendente de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), Salvador Brito, que enalteceu as doações feitas aos moradores de Lajedinho, na Chapada Diamantina. Em conversa com o Bahia Notícias, ele atualizou o número de pessoas que estão fora de casa, cerca de 800. Dezesseis famílias foram instaladas em barracas do Exército, temporariamente, enquanto o restante está em abrigos públicos. “A Defesa Civil continua trabalhando aqui, porque nós temos um contingente populacional desabrigado. Estamos realizando o processo de assistência social e de saúde, com material de higiene e alimentação, além de psicológica, porque tem muitas pessoas que sofreram perdas irreparáveis. Enfim, apoio total à população que não tem para onde ir”, disse Brito. Após “agradecer a toda a sociedade” pelas doações, o superintendente explicou que a partir de agora o pedido é para que sejam destinados recursos financeiros “de quem possa ajudar” para que os habitantes possam reconstruir “suas vidas”. “Toda a sede do município está afetada, porque não tem comércio, padaria, nada funcionando. Não tem onde comprar comida”, ressaltou. Apesar da dificuldade, as doações de alimentos, roupas e medicamentos já são suficientes para a necessidade atual da população. “A cidade não tem infraestrutura para receber mais desse material. Alimentos têm prazo de validade, então pedimos que as pessoas não mandem mais roupas, alimentos e medicamentos. Agradecemos a todos pela solidariedade”, reforçou. Quem quiser doar dinheiro para a cidade pode usar as contas abertas na Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil, além da que foi criada pela prefeitura da cidade. “As doações serão acompanhadas pelo Ministério Público e o governo do Estado, para garantir que o dinheiro será rigorosamente destinado a quem precisa”, finalizou o superintendente. Prefeitos de cidades vizinhas também se mobilizaram para auxiliar na tragédia de Lajedinho, com equipamentos, máquinas e transporte de mantimentos. O temporal na cidade resultou na morte de 17 pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário