Rádio Central Angico - Ba: Secretaria da Educação assegura promoção para professores que concluíram curso de atualização

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Secretaria da Educação assegura promoção para professores que concluíram curso de atualização

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia antecipou o pagamento da segunda parcela de mais 7% de promoção salarial para a maioria dos professores que concluíram o Curso de Atualização em Práticas Pedagógicas, ministrado a distância pela Universidade de Brasília (UnB). 

O pagamento para os 22 mil docentes que registraram mais de 50% de frequência foi efetuado na quarta-feira (24). A lista com o nome dos beneficiados está publicada no Diário Oficial do Estado e pode ser consultada também no Portal da Educação

A formação teve início no dia 17 de dezembro de 2012 e assegura a promoção na carreira do professor, com um ganho médio de 14%. A primeira parcela de 7%, retroativa a novembro de 2012, foi concedida em fevereiro para os professores que finalizaram a primeira etapa. 

Para os cerca de 4,5 mil professores que não obtiveram 50% de frequência até o dia 12 deste mês e ainda continuam fazendo o curso, a secretaria já está preparando a segunda lista para pagamento após o término, programado para o dia 3 de maio. O pagamento será retroativo ao mês de março, conforme estabelecido na Lei nº 12.603, de 04/12/2012. 

Aprovação - Para a professora de inglês do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, no município de Itaberaba, Milena Moura, a possibilidade de interação foi um dos destaques do curso. “Percebi que não estou sozinha. Pude compartilhar, com os meus colegas, alternativas para melhorar o ensino da língua inglesa. Troquei muito material, conheci profissionais que têm o mesmo pensamento que eu. A minha tutora também foi ótima, mostrou que conhece o que estava fazendo. Agora, espero mais cursos, principalmente direcionado para professores de áreas específicas”. 

A professora de língua portuguesa Lucília Coimbra, do Colégio Estadual Deputado Henrique Brito, em Salvador, também aprovou a iniciativa. “O curso proporcionou uma convivência entre professores de diversos pontos do estado, possibilitando a troca das experiências que já estão ocorrendo nas escolas. O professorado só teve a ganhar”. 

A docente reconhece a validade da formação para o fortalecimento do trabalho interdisciplinar. “O projeto que meu grupo construiu discute a Lei nº 10.639/2003, que completou 10 anos. Seguimos a orientação da secretaria para incluir no planejamento do ano letivo 2013 a temática história e cultura africana e afro-brasileira nos espaços escolares da rede estadual de ensino”. 

Empenho - De acordo com a professora da UnB e coordenadora geral do curso, Silviane Barbato, a iniciativa é um sucesso. “O empenho dos professores da Bahia foi grande. Assumiram a responsabilidade. Nós, professores, aprendemos muito com todos. Um trabalho gratificante”. 

Entre os temas apresentados, destaque para 1A importância da interdisciplinaridade e da transversalidade na organização do ensino e na formação dos professores e estudantes1, 1Pesquisa aplicada à educação básica: a prática docente em foco1 e ‘Avaliação do processo educativo: natureza, procedimentos técnicos e resultados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário