Rádio Central Angico - Ba: 1º Fórum Mairiense para Promoção da Igualdade é realizado Mairi

quinta-feira, 23 de maio de 2013

1º Fórum Mairiense para Promoção da Igualdade é realizado Mairi

Nesta quarta-feira, 22 de maio de 2013, aconteceu o 1º Fórum Mairiense para Promoção da Igualdade, com o tema: Deficiência e o “Viver Sem Limite”.

O evento foi realizado no Espaço Nordeste de Mairi, localizado na Rua João Pessoa, no antigo prédio do Centro Cultural 7 de Setembro, atrás da Igreja Matriz.
Fizeram parte da composição da mesa: Adriana Bispo, Presidente da AMPED - Associação Mairiense de Pessoas com Deficiência, Evangel Vale, representante do Conselho Estadual da pessoa com deficiência, Leide Rios, representante da Secretaria de Assistência Social de Mairi, Juliane, Secretária de Assistência Social de Baixa Grande, Auristela Castro, representante da Secretaria de Assistência Social da cidade de Várzea da Roça, Elineusa Gomes, representante da equipe organizadora do evento, Maria Camila, representante da Secretaria de Educação de Mairi, Padre Francisco, presidente da PODES - Pastoral dos Portadores de Direitos Especiais da cidade de Mundo Novo, Ana Patrícia Falcão, colaboradora nos trabalhos e vice-presidente da AMPED, Edilene Purificação Oliveira, instrutora de Libras da PODES da cidade de Mundo Novo e Genolino Fernandes, Presidente da Câmara de Vereadores de Mairi.
Os Conselheiros Tutelares de Mairi, o Secretário de Esporte, Cultura e Lazer, Tadeu Pacheco, os membros do Grupo 25 de Dezembro de AA (Alcoólicos Anônimos) de Mairi, os educadores do Projeto AABB Comunidade, os vereadores Alan e Rogério Coelho e a comunidade em geral marcaram presença.

Foram realizadas Palestra, Apresentação e Avaliação do Plano Viver Sem Limite, Apresentação Teatral com o Grupo Noz Cegos, Construção de propostas, entre outros assuntos. O cantor mairiense Dyon da Silva também marcou presença cantando algumas músicas.
Dyon da Silva
O fórum teve como objetivo Implementar novas iniciativas no sentido de trazer ao conhecimento da sociedade a existência do Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência - Viver Sem Limite; Avaliar as ações desse Plano; e Promover a criação de uma rede fiscalizadora que garanta a execução das referidas ações, no âmbito municipal.
Edilene Purificação Oliveira, instrutora de Libras
Grupo de surdos da PODES de Mundo Novo
 
Edilene Purificação Oliveira, instrutora de Libras, juntamente com o grupo de surdos da PODES da cidade de Mundo Novo, apresentou o Hino Nacional Brasileiro, traduzido em LIBRAS - Lingua Brasileira de Sinais. O grupo é formado pelos alunos: Manoel, Gilberto, Joanes, Tiago, Cristiano, Alessandra e Edivânia. 

A PODES é uma organização não governamentais da igreja Católica que tem como objetivo a inclusão social das pessoas com deficiência. Promove a participação ativa da pessoas com deficiência na construção de uma sociedade mais justa e solidária. Esta inclusão tem como fundamento uma espiritualidade bíblica e ecumênica, respeitando a opção religiosa de cada pessoa com deficiência. O grupo conta com pessoas que usam as mãos e o corpo para informar e evangelizar. 
Ana Patrícia Falcão, educadora, especialista em educação inclusiva e vice-presidente da AMPED – Associação Mairiense das Pessoas com Deficiência, fez uma explanação dentro do Contexto educacional do Plano Nacional dos Direutos da pessoa com deficiência “Viver sem limite”. Os eixos comentados pela educadora inclusiva foram: Sala de Recursos Multifuncionais, Programa Escola Acessível, Programa Transporte acessível, e BPC (Beneficio de Prestação continuada) na escola.

No final do evento foram apresentadas as seguintes propostas:

1. Criar um Fórum permanente dentro do Território;
2. Apoio assistencial as famílias com pessoas com deficiências;
Estruturar o conselho municipal dos direitos para pessoas com deficiência para apoiar as famílias com pessoas com deficiência composta por representantes da sociedade civil e poder publico, melhor distribuição dos recursos para os deficientes;
3. Criar um centro de referência para pessoas com deficiência.
4. Programa de educação no transito para o município e propor a câmara municipal a criação de uma Lei de calçadas;
5. Que o município possa promover cursos de capacitação e formação continuada para servidores públicos e conselheiros.

A Fórum será realizado pela AMPED - Associação Mairiense de Pessoas com Deficiência e o COMDEF - Conselho dos Direitos de Pessoas com Deficiência.


Fonte: Agmar Rios

Nenhum comentário:

Postar um comentário