Rádio Central Angico - Ba: Campanha "Novembro Azul" conscientiza população sobre o câncer de próstata

sábado, 2 de novembro de 2013

Campanha "Novembro Azul" conscientiza população sobre o câncer de próstata



O mês de novembro vai colorir de azul a Esplanada dos Ministérios e monumentos de diversas capitais brasileiras. O Novembro Azul, movimento nacional que procede o Outubro Rosa, tem como objetivo a conscientização dos homens para o diagnóstico precoce do câncer de próstata. O auge da campanha será no dia 17, Dia Nacional de Combate ao Câncer de Próstata, quando serão promovidas ações educativas no Distrito Federal, São Paulo, Salvador, Porto Alegre, Santa Catarina, Piauí, Recife e Natal.

O câncer de próstata é o segundo tipo que mais mata homens no Brasil, perdendo apenas para o câncer de pele não melanoma. Apesar de este fato ser conhecido, de acordo com uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Urologia, 44% dos brasileiros nunca foram a um urologista e mais da metade sequer já fez um exame de próstata.

Ações
“Vamos promover mutirões de saúde, distribuir folhetos informativos e fazer palestras e debates sobre saúde masculina, sobretudo sobre o câncer de próstata, doença que acomete mais de 60 mil brasileiros todos os anos", afirma a presidente do Instituto Lado a Lado Pela Vida, Marlene Oliveira.

“Este foi o tipo de tumor que mais avançou em prevenção e tratamento nos últimos anos”, aponta o consultor científico do instituto e chefe da Oncologia Clínica do Centro Oncológico Antônio Ermírio de Moraes, Fernando Maluf. Ele ressalta que menos de 20% dos pacientes morrem pela doença atualmente. “As técnicas cirúrgicas progrediram, melhorando a qualidade de vida. Também houve avanços na radioterapia e na descoberta de novas drogas menos tóxicas”, diz.

De acordo com o urologista Renato Argollo, do Hospital Santa Helena, o número baixo de homens que fazem o check-up anual deve-se ao preconceito e à falta de costume. “Em geral, os homens são mais relaxados em relação à própria saúde. O intuito da campanha é aproximar os homens do urologista para aumentar a procura por assistência médica”,explica.

A expectativa desta segunda edição do Novembro Azul é de que haja um aumento significativo no número de exames, principalmente entre homens acima dos 40 anos. “Muitas vezes, essa doença não mostra sintomas, por isso é crucial a visita ao urologista, além de bons hábitos alimentares e exercícios físicos. Neste mês, espero que os consultórios realmente fiquem mais cheios”, conclui Renato.

Números
44% dos brasileiros nunca foram a um urologista
40 anos é a idade em que os exames devem ser feitos frequentemente

Mais atenção à saúde do homem
A campanha e a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) serão homenageadas no Congresso Nacional nesta segunda-feira. Logo após, o Congresso será iluminado de azul em sinal de apoio à iniciativa.

Na terça, a Câmara dos Deputados lança a Frente Parlamentar de Atenção Integral à Saúde do Homem, sob a liderança do deputado Jorge Silva (PROS-ES). Na ocasião, a SBU entregará uma lista de sugestões aos deputados para melhorar o acesso do homem ao SUS. Entre elas está a criação de centros de Referência em Saúde do Homem, que agilizem o atendimento.

Saiba Mais
Em 2012 houve 29.853 atendimentos gerais na urologia do Sistema de Saúde do DF. Em 2013, de janeiro a abril, o número de atendimentos foi de 12.892.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), em sua estimativa de 2012/2013, foram apontados 60.180 novos casos de câncer de próstata e 52.680 de mama.

Nenhum comentário:

Postar um comentário