Rádio Central Angico - Ba: Aguardada, pipoca de Kannário tem multidão e desmaios

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Aguardada, pipoca de Kannário tem multidão e desmaios


Foto: Ramsés Moura/Ag. Haack/Bahia Notícias

Com forte policiamento, a pipoca do pagodeiro Igor Kannário leva uma multidão no Campo Grande (Circuito Osmar). Embalados ao som de "Tudo nosso, nada deles", hit do Príncipe do Gueto tocada repetidas vezes desde o início do desfile, os fãs pulavam em conjunto e giravam as camisas no ar para acompanhar as batidas do "groove arrastado" de Kannário, que o levou também a tirar a camisa que vestia, com o apoio da produção. Algumas pessoas desmaiaram durante o percurso, o que levou o trio a fazer algumas pausas ainda em frente aos camarotes oficiais. "Não pode botar só a culpa em cima de mim porque tem gente desmaiando", argumentou o cantor, que chegou a ser vetado no Carnaval e por isso, tinha saída cercada de expectativa. No trio, ele fez um agradecimento ao prefeito ACM Neto, responsável por convidá-lo a tocar na folia. "É por sua causa que esse povo está feliz assim", disse. Um dos blocos da Mudança do Garcia teve que parar o trio para liberar espaço para os foliões que seguiam o cantor, que prometeu que vai "ser um ser humano melhor".



Prefeito ACM Neto elogiou pipoca de Kannário | 
Foto: Reprodução / Facebook

Neste domingo (16), Kannário tocou em Cajazeiras. "Fui a vários shows em Cajazeiras como anônimo e nunca vi tão cheio como foi ontem. Fiquei muito emocionado porque tinha crianças, muitas mães de família, pais colocando as crianças no pescoço, e isso para a gente não tem dinheiro que pague. É isso que a gente precisa, do sorriso das pessoas, para que elas olhem para a gente e saibam quem nós somos”, afirmou, antes da saída do trio. "Esse foi um dos momentos mais importantes do Carnaval. Ver tanta gente reunida num trio independente e o mais bacana é que Igor Kanário veio para a avenida passando uma mensagem de paz", disse o prefeito ACM Neto após a passagem de Igor Kannário pela passarela do Campo Grande.


Nenhum comentário:

Postar um comentário