Rádio Central Angico - Ba: Guerrero mantém jejum, e Muricy revela: "Ainda está fora de forma"

sábado, 16 de janeiro de 2016

Guerrero mantém jejum, e Muricy revela: "Ainda está fora de forma"

Sem marcar desde o dia 23 de agosto de 2015 pelo Flamengo - na ocasião, em vitória sobre o São Paulo -, Paolo Guerrero iniciou a temporada 2016 com um gosto amargo.


No primeiro jogo-treino do rubro-negro nesta quinta-feira, o peruano não balançou as redes na vitória sobre o Tigres por 2 a 0. Embora o técnico Muricy Ramalho demonstre convicção de que o jogador voltará a exibir a performance dos tempos de Corinthians, ele reconhece que a parte física ainda é um problema.

“Estudamos os dados para entender o 12º lugar e por que se ganha seis partidas, com o Guerrero arrebentando, e perde sete em oito. No Flamengo, o cara chegava muito bem treinado. Mas, pela falta de aparelhos, ele destreinava, baixava a parte física. Não pode um jogador desse nível e categoria chegar tão forte e, de repente, cair. Não é por ele, é pela parte física”, analisou o treinador.
© Fornecido por Goal.com

"Ele está entrando em forma ainda, apurando a parte física, com certeza vai voltar a jogar normalmente", acrescentou.

Guerrero chegou ao Flamengo no fim do primeiro semestre de 2015 com status de ídolo, e teve um começo excelente. Com o peruano, a equipe emplacou seis vitórias em sete partidas no Brasileirão, mas logo na sequência o rendimento caiu, chegando a somar sete derrotas em oito jogos.

Assim, os cuidados com o jogador têm sido redobrados. No final do ano, com a queda de rendimento da equipe, ele se tornou o principal alvo da ira dos torcedores. Atleta mais caro do elenco, (ganha cerca de R$600 mil por mês), o peruano marcou até o momento quatro vezes em 18 jogos.

Se com a torcida rubro-negra a sua moral está baixa, com o técnico Muricy ele ainda é o principal jogador da equipe.Porém, isso não quer dizer que seu posicionamento em campo não seja de sacrifício.

"Com chegada dos meias, Guerrero vai ser importante também saindo um pouco mais para jogar. Ele prende bem a bola para a infiltração dos jogadores, é importante no papel de pivô", explicou o treinador.

Mas a pergunta que fica é? Até quando vai durar o jejum de Guerrero?

Nenhum comentário:

Postar um comentário