Rádio Central Angico - Ba: Traficante que confessou 9 homicídios é preso na Bahia

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Traficante que confessou 9 homicídios é preso na Bahia


Autor confesso de nove homicídios, três deles cometidos entre os dias 23 e 26 de dezembro de 2015, no bairro da Mata Escura, o traficante Bruno Dória de Jesus, o ‘Bruno Ranço’, de 25 anos, foi preso, nessa sexta-feira (15), na localidade da Paz e Vida, naquele bairro, por equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Sendo a polícia, ele pretendia assassinar mais duas pessoas ontem (15).

Em liberdade provisória, concedida pela Justiça no dia 17 de dezembro, ‘Bruno Ranço’ estava com mandado de prisão em aberto pelo duplo homicídio dos irmãos Maurício e João Ricardo Pereira Moreira, ocorrido em 26 de dezembro do ano passado, na Rua São Matheus, também na Mata Escura. O crime foi motivado por vingança.

No depoimento, o traficante disse ao delegado Marcelo Sansão, coordenador da 2ª Delegacia de Homicídios (DH/Central), que os ex-comparsas Maurício e João Ricardo teriam assassinado seu irmão Tiago Dória de Jesus, no dia 24 de setembro, na Rua Irmã Dulce, na Mata Escura. Adnilson dos Santos Ribeiro, autor dos disparos que mataram Tiago, também foi morto por ‘Bruno Ranço’, em 23 de dezembro de 2015, naquele bairro.

Marcelo dos Anjos Santos, assassinado em janeiro de 2014, e os irmãos Jéssica Maria Santos e Elton Santos da Silva, em março, também foram vítimas de ‘Bruno Ranço’, que confessou ter matado, em 2012, na Mata Escura, dois homens identificados por André e Adson. O traficante afirmou também ter assassinado um homem em Praia do Forte, Litoral Norte, mas não se lembra do nome da vítima e nem da data do crime.

‘Bruno Ranço’ foi preso com uma pistola calibre 380, utilizada no duplo homicídio dos irmãos Maurício e João Ricardo, munições do mesmo calibre, 277 pedras de crack, 49 ‘trouxinhas’ de maconha e embalagens para acondicionar drogas. Ele foi autuado por tráfico de drogas, porte ilegal de arma e será indiciado pelo homicídio de Adnilson. O material apreendido já seguiu para a perícia do Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Com passagens por tráfico, associação ao tráfico, formação de quadrilha e porte ilegal de arma, ‘Bruno Ranço’ foi encaminhado à Cadeia Pública, no Complexo Penitenciário da Mata Escura, depois de apresentado à imprensa, na tarde de hoje (15), no DHPP, durante coletiva conduzida pelo delegado Marcelo Sansão, da 2ª DH/Central.

Nenhum comentário:

Postar um comentário